Crédito Online

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Erro
  • XML Parsing Error at 1:48. Error 9: Invalid character

Versão para impressão

As taxas Euribor, os indexantes mais usados no crdito habitao em Portugal, atingiram ontem mnimos histricos. A Euribor a seis meses, qual a maioria dos emprstimos bancrios para comprar casa est indexada, est nos 1,02%. Isto significa uma poupana de 242 euros num emprstimo de cem mil euros, face prestao de h um ano.

Em Outubro de 2008, quando a Euribor a seis meses atingiu um recorde de 5,1%, qualquer portugus que tivesse contrado um emprstimo habitao a trinta anos e com um spread de 1% pagava 611 euros. Agora, para os contratos que vo ser revistos j em Outubro, as famlias portuguesas com as mesmas exigncias bancrias vo pagar 369 euros. Uma diferena de 242 euros.

O corte na prestao ainda maior para quem pediu 150 mil euros ao banco a trinta anos, com o mesmo spread. A queda constante da Euribor vai permitir uma poupana de 362 euros, dado que em Outubro de 2008 a prestao era de 916 euros e agora passa a 554 euros.

Os portugueses com emprstimos que tenham de ser revistos em Outubro vo beneficiar da mdia da Euribor em Setembro, que dever rondar o 1%.

Mas quem agora vier a contrair um crdito habitao j no ter qualquer benefcio resultante da quebra da Euribor. Isto porque os bancos chegam a aplicar spreads trs vezes superiores, comparando com os valores praticados no incio do ano, de forma a compensar exactamente a tendncia de descida nas prestaes mensais.

Fonte: Correio da Manh

 

Taxas Euribor voltam a descer

Versão para impressão

Depois de ontem a maturidade a doze meses ter registado a primeira subida em onze sesses, as taxas Euribor regressaram hoje s quedas, atingindo novos mnimos.

A Euribor a doze meses recuou para os 1,32%. J a Euribor a seis meses, a mais utilizada no crdito habitao em Portugal, recuou para 1,101%, o valor mais baixo de sempre, enquanto que a taxa a trs meses, usada sobretudo nos emprstimos s empresas, desceu para 0,838%, tambm o valor mais baixo jamais registado.

No sbado passado, o presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, alertou para a fraqueza da recuperao econmica, afirmando que o futuro muito incerto e que a autoridade monetria europeia no ir alterar to cedo as suas medidas de estmulo monetrio. Para os analistas, estas afirmaes significam que banco central no ir subir to cedo as suas taxas de juro.

Fonte: Econmico

 

Euribor em queda

Versão para impressão

As taxas Euribor caram hoje em todos os prazos. O indexante a 6 meses foi o que mais desceu e est nos 1,130%. A Euribor a trs meses, usada sobretudo nos emprstimos s empresas, caiu para 0,883%. J a maturidade a doze meses desceu para 1,353%.

Na semana passada, o BCE decidiu no mexer na sua taxa de juro de referncia, tal como era esperado, mantendo-a em 1% pelo terceiro ms consecutivo. Na conferncia de imprensa que se seguiu reunio, o presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, voltou a afastar o cenrio de deflao, prevendo que a actual situao "tenha vida curta" e que a estabilidade de preos seja alcanada no "mdio prazo".

Depois de esgotada a margem para descidas significativas das taxas de juro de referncia e perante a rpida desacelerao da actividade econmica nas principais economias mundiais, os bancos centrais dos EUA, Zona Euro e Reino Unido embarcaram em estratgias alternativas de sustento economia atravs da compra de activos e da alterao das condies de cedncia de liquidez ao sistema bancrio.

As Euribor costumam seguir a taxa de juro de referncia do BCE e influenciam directamente a prestao da casa das famlias e o custo dos emprstimos dos bancos s empresas.

Fonte: Econmico

 

Adiantamento do IRS - Finibanco

Versão para impressão
Crdito Pessoal Adiantamento do IRS

O Crdito Pessoal Adiantamento do IRS do Finibanco muito avanado. Alis, to frente que at permite adiantar o reembolso do IRS.

Deste modo, todos os Clientes que tenham prevista a devoluo de verbas por parte do Estado podero agora usufruir do Crdito Pessoal Adiantamento do IRS referente a esse montante, em condies extremamente vantajosas.

Crdito Finibanco
  • Montante de Financiamento
    - 90% do valor de IRS a receber, com um mximo de 5.000 e um mnimo de 500 .
  • Prazo
    - Mnimo de 3 meses e mximo de 8 meses.
  • Reembolso
    - Prestao nica de capital e juros na data de vencimento do contrato.
  • Sem Prestaes Mensais

No dispensa a consulta das condies de financiamento do Finibanco.
 

I.R.Yes! - Capital Mais

Versão para impressão
O que o IRYes!

O I.R.Yes! uma linha de crdito que se destina a financiar at ao montante que ir receber de reembolso de IRS, com um limite mximo de 5.000. Pode dispor antecipadamente do dinheiro que ir receber, pagando apenas pequenas mensalidades a partir de 15,25 (exemplo para um financiamento de 500).

Capital Mais

Como funciona o IRYes!

No momento do reembolso do seu IRS, ou at 31/10/2009, tem toda a flexibilidade para optar por amortizar o seu crdito sem quaisquer custos. No caso de optar por no amortizar o seu I.R.Yes!, ficar com uma linha de crdito em que as mensalidades baixam com o tempo porque paga apenas pelo dinheiro que est a utilizar (veja aqui a tabela a aplicar neste caso), podendo a qualquer momento voltar a utilizar o dinheiro que j amortizou.
Continuar...
 


Pág. 1 de 6

Menu Principal

Sondagem

Que tipo de servio procura?
 



Notcias

Entrou recentemente em vigor a lei da renegociao de crdito, que define que os clientes podem tentar obter novas condies para os seus emprstimos sem que os bancos possam cobrar qualquer valor. Saiba em Renegociao de Crdito Habitao.